Tipos de seguros para imóveis
Voltar para o blog

Tipos de seguros para imóveis

Está pensando em deixar sua residência mais segura?

Analisar e escolher um seguro ideal para você e seu bolso pode não ser fácil, mas nós aqui da Luiz Coelho, juntamente com nossa parceira Universitária Seguros, vamos te explicar as diferenças entre cada tipo e qual a melhor opção para você.


Qual a diferença entre seguro residencial, condomínio e aluguel?


O custo de um seguro residencial corresponde a menos de 1% do valor do imóvel e traz uma série de benefícios. É muito fácil confundir diversos seguros que parecem cobrir a mesma coisa, principalmente aqueles que são destinados para algum tipo de imóvel. Por isso, vamos explicar a diferença entre os seguros de imóveis: Seguro Residencial, Seguro Condomínio e Seguro Aluguel.


Seguro Residencial


O Seguro Residencial protege a estrutura e o conteúdo da sua casa. Ele pode ser contratado para segurar um apartamento ou uma casa, no meio urbano ou rural, moradia habitual ou de veraneio.

O seguro para residência é o seguro mais personalizável no mercado, porque você tem toda liberdade para escolher as coberturas e o valor das indenizações. E diferente do que muitos pensam, ele não custa caro, já que não costuma superar 1% do valor do imóvel. Veja abaixo alguma das coberturas oferecidas.

  • Roubo e furto: Garantia de indenização no caso de roubo ou furto qualificado (aquele com rompimento de barreiras).
  • Responsabilidade Civil Familiar: Cobre danos causados a terceiros por familiares e dependentes do segurado.
  • Desmoronamento: Cobertura contra danos causados por desmoronamento parcial ou total ocorridos de forma imprevisível.

Para fazer o melhor seguro residencial, conheça as coberturas disponíveis. Você também pode contar com a Assistência 24 horas: um pacote de serviços que te ajudam em imprevistos do dia a dia.

O seguro residencial é super importante para todo tipo de imóvel, inclusive para os que ficam em condomínios fechados.


Seguro Condomínio


O seguro condomínio é obrigatório por lei, seja para condomínios verticais (prédios residenciais, comerciais, mistos, apart-hotéis, shopping e etc.) e para condomínios horizontais (casas), sendo obrigação do síndico realizar a contratação.

O objetivo dele é garantir a proteção da edificação e áreas de uso comum, como hall de entrada, playground, elevador e outros.

As coberturas mínimas necessárias para contratação protegem contra incêndio, queda de raio e explosão. É possível também contratar coberturas adicionais que garantem proteção extra. Veja abaixo alguma delas.

  • Danos morais: Cobre danos materiais e corporais causados a terceiros conforme previsto na cobertura de responsabilidade civil do condomínio.
  • Responsabilidade civil da guarda de veículos: Protege veículos nas dependências do condomínio contra incêndio, roubo e danos causados ao veículo ao serem conduzidos por funcionário do condomínio.
  • Quebra de vidros: Garante indenização no caso de quebra de vidros de janelas, balcões, prateleiras e espelhos das áreas de uso comum.

Para residências e empresas localizadas em condomínios, é interessante que tenham um seguro específico que proteja o conteúdo do apartamento ou conjunto, já que o seguro de condomínio protege apenas as áreas de uso coletivo.


Seguro Aluguel ou Fiança Locatícia


O Seguro Aluguel ou Fiança Locatícia é a garantia que o locador (proprietário do imóvel) receberá o aluguel e obrigações contratuais caso o locatário (inquilino) não puder pagar por algum motivo coberto em apólice. Esse seguro deve ser contratado pelo locador do imóvel (que é o segurado), sendo obrigação do inquilino realizar o pagamento.

Este seguro substitui a exigência de um depósito de aluguel. Ela é feita como a presença do fiador ou do depósito de caução nos contratos de locação de imóveis urbanos, sendo eles residenciais, comerciais ou não residenciais. A contratação se dá por meio de uma apólice anual ou pelo mesmo prazo da locação.

Além do pagamento do aluguel, o segurado pode contratar coberturas adicionais que cobrem danos causados pelo inquilino ao imóvel, despesas judiciais, impostos (como o IPTU), despesas com o condomínio, assistência 24 horas e outros.

O seguro de aluguel traz vantagem para ambas as partes. O locador tem a garantia do recebimento do aluguel, rapidez no recebimento do valor e coberturas adicionais. Já o locatário não tem a preocupação de procurar um fiador e sofrer com taxas altas, evita o depósito imediato (geralmente 3 vezes o valor do aluguel) e conta com o parcelamento do seguro.


É importante contratar o seguro específico para o seu patrimônio, seja ele uma empresa ou residência. Assim você garante que estará coberto da maneira correta caso venha precisar acionar o seguro.

Na Universitária Corretora de Seguros o seguro residencial para você proteger o seu imóvel é feito com atenção e da melhor forma. Faça uma cotação agora mesmo.

Outros posts

  1. Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Se você está mudando de cidade para estudar ou trabalhar, sabe que sempre surge aquela dúvida profunda do que considerar ao escolher um apartamento para morar. Se você já conhece a cidade ou já foi vi...

  2. Aluguel: condições legais e aumento do valor

    Aluguel: condições legais e aumento do valor

    O conceito legítimo de aluguel é uma contraprestação paga pelo locatário ao locador em virtude da utilização do imóvel por determinado período de tempo, complicado, né? Por isso viemos explicar alguma...

  3. Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Realizar uma mudança de residência não precisa ser algo cansativo e estressante. Muito pelo contrário, mudanças significam um num novo momento, seja pra quem for morar sozinho ou acompanhado. Mas acim...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.