Investir em imóveis: prós e contras
Voltar para o blog

Investir em imóveis: prós e contras


Quer se aprimorar e conhecer sobre mais assunto dia após dia e apreciar o doce sabor do sucesso? Quer tirar aquele plano da gaveta e pôr em prática? Vamos falar de investir em imóveis!

Saiba antes de tudo que investir em imóveis não é sinônimo de sucesso, assim como investir na bolsa de valores também não é, mas investir com consciência e conhecimento é que traz resultados esperados. E é essa consciência dos prós e contras faz muita diferença na hora de colher os frutos dos seus investimentos.
 
Comprar Imóvel
 
Se o seu sonho é ter um lugar onde você possa chamar de “seu”, comprar um imóvel é uma ótima alternativa. Fazendo isso, você pode pintar, trocar o piso, acrescentar ou tirar parede, colocar quantos quadros quiser, colocar ar-condicionado central. Em resumo, todas as coisas que você não vai poder fazer isso enquanto estiver alugando, porque estará jogando dinheiro fora ao realizar melhorias e valorizando uma casa que não é sua. Outro ponto positivo de deixar de alugar é parar de pagar aluguel, que se tornaria em um dinheiro que você poderia investir em outras coisas. Por outro lado, não é todo mundo que possui todo o dinheiro para adquirir um imóvel. Ao financiar, você provavelmente irá pagar pelo imóvel por cerca de 30 anos, dependendo do valor de entrada. E se você possui o valor integral do imóvel, você também tem que estar de bem consigo mesmo para investir o dinheiro que você juntou durante anos para colocar em um bem. É muito importante manter a sua Reserva de Emergência.
 
Renda Passiva
 
Um dos pontos mais visados nos investimentos em imóveis é a possibilidade de ter renda passiva do seu investimento, em outras palavras, os aluguéis. Essa é uma ótima possibilidade para quem busca ter a segurança de possuir um ativo e receber lucros periodicamente. Nesta modalidade de investimento, é muito importante ter uma imobiliária competente que minimize todos os contratempos que o aluguel pode gerar e ainda te auxilie a manter sempre o imóvel alugado. Por outro lado, a receita gerada pelo aluguel de imóveis é tributada pela Receita Federal, variando de 0% a 27,5% do rendimento, isto é, quanto mais renda, mais tributos. Outro ponto a ser observado é o risco de vacância com imóvel, em outras palavras, é quando você disponibiliza o imóvel para aluguel, mas não há interessados e você fica arcando com as custas do imóvel parado.
 
Valorização do Patrimônio
 
Cada vez mais comum no mercado imobiliário, investidores estão gerando riqueza a
partir da valorização dos seus imóveis. Seja pela abordagem de investir em imóveis na planta, construir ou reformar. Vale frisar que a transação imobiliária possui tributação no imposto de renda. Considerando a valorização de imóveis, a alíquota de imposto é de 15%, mas é possível não pagar imposto de renda se o valor for reinvestido em um novo imóvel em até 6 meses após a venda ou se esse era seu único imóvel, desde que não supere R$ 440 mil. O problema mora quando você está precisando do dinheiro, que é o que chamamos de risco de liquidez. Transformar seu imóvel em dinheiro pode não ser a melhor alternativa se você está precisando do dinheiro, porque em muitos casos você poderá aceitar propostas inferiores ao valor do imóvel e acabará perdendo patrimônio por isso.
 
Espero que você tenha gostado do conteúdo que foi feito com a parceria do nosso amigo, Pablo Bizzi, mentor financeiro. Foi feito com muito carinho para te ajudar a concretizar o sonho do seu imóvel próprio.
E se você acredita que com os seus investimentos você ficará mais perto de realizar esse sonho e precisa de ajuda para começar a planejar a investir. Quer começar a planejar e investir seu dinheiro? Conheça o Carteira de Sucesso!

Outros posts

  1. Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Se você está mudando de cidade para estudar ou trabalhar, sabe que sempre surge aquela dúvida profunda do que considerar ao escolher um apartamento para morar. Se você já conhece a cidade ou já foi vi...

  2. Aluguel: condições legais e aumento do valor

    Aluguel: condições legais e aumento do valor

    O conceito legítimo de aluguel é uma contraprestação paga pelo locatário ao locador em virtude da utilização do imóvel por determinado período de tempo, complicado, né? Por isso viemos explicar alguma...

  3. Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Realizar uma mudança de residência não precisa ser algo cansativo e estressante. Muito pelo contrário, mudanças significam um num novo momento, seja pra quem for morar sozinho ou acompanhado. Mas acim...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.