Mundo Imobiliário: FGTS, investimentos e os “micro-apês”
Voltar para o blog

Mundo Imobiliário: FGTS, investimentos e os “micro-apês”


O mundo imobiliário está cheio de novidades há todo o momento, nesta última semana alguns fatos também preocuparam o mercado de imóveis e investimentos, por isso, criamos uma série de notícias sobre o mundo imobiliário para acompanharmos as últimas notícias, vamos conferir? 


Possível liberação do FGTS e o impacto no setor imobiliário

Na última quarta-feira, 17, surgiram notícias de que o ministro da Economia estava estudando a possibilidade de permitir saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço aos correntistas. Hoje o FGTS, fora as condições legais já estabelecidas, também é permitido ser retirado para compra de casa própria de até R$1,5 milhão. Como a rentabilidade do Fundo é baixa, muitos esperam o momento de poder sacar o valor para investir no seu imóvel próprio. Porém, com essa possibilidade de retirada para qualquer fim, há uma preocupação do setor imobiliário, visto que o FGTS hoje é essencial para programas como Minha Casa Minha Vida, além do desestímulo de segurança para investir no setor imobiliário. 


Novidades no mundo dos fundos imobiliários

O evento de investimentos organizado pela XP Investimentos, realizado neste mês em São Paulo, contou com a participação de Rodrigo Coelho, gestor do Vinci Shopping Centers FII, fundo de shoppings centers da Vinci Partners. 

O Vinci Shopping Centers FII é gerido pela Vinci Partners e foi apresentado no Programa de Fundos Imobiliários, no estande da B3, ele conta com 10 shoppings em diferentes estados do Brasil. 

Confira aqui o vídeo do programa Fundos Imobiliários


Cresce potencialmente os “micro-apartamentos”

Apartamentos com menos de 20 metros quadrados para morar, com espaço para cama, armário, pequenos eletrodomésticos e armário, fazem sucesso nas principais capitais do país, entre elas, São Paulo. Jovens e adultos, hoje em dia, já não veem necessidade de um grande apartamento para começar sua vida e residir. Localização e satisfação com o imóvel são as únicas coisas que contam. 

Só na capital paulistana, mais de 55 mil unidades foram lançadas nos últimos seis anos de imóveis de até 40 metros quadrados. A TPA Empreendimentos foi uma das empresas que mais lançou imóveis nesse estilo na capital. 

E aí, será que essa onda permanece? A economista do Zap, Debora Seabra, em entrevista para a Infomoney, afirma que ainda não é possível descartar efeitos temporários no mercado imobiliário, pois estes imóveis, no futuro, podem fazer parte de uma grande bolha de revenda. 

Outros posts

  1. Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Se você está mudando de cidade para estudar ou trabalhar, sabe que sempre surge aquela dúvida profunda do que considerar ao escolher um apartamento para morar. Se você já conhece a cidade ou já foi vi...

  2. Aluguel: condições legais e aumento do valor

    Aluguel: condições legais e aumento do valor

    O conceito legítimo de aluguel é uma contraprestação paga pelo locatário ao locador em virtude da utilização do imóvel por determinado período de tempo, complicado, né? Por isso viemos explicar alguma...

  3. Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Realizar uma mudança de residência não precisa ser algo cansativo e estressante. Muito pelo contrário, mudanças significam um num novo momento, seja pra quem for morar sozinho ou acompanhado. Mas acim...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.