As fases do mercado imobiliário e esteja preparado
Voltar para o blog

As fases do mercado imobiliário e esteja preparado

Investidor, está pronto para enfrentar e passar por todas as fases do mercado imobiliário? 

Imóveis são uma opção segura e estável para quem busca investir em renda passiva, porém, é preciso estar consciente e prevenido para determinados momentos que irão surgir, principalmente em crises. 

O mercado imobiliário possui vida própria, e ele se repete diversas vezes ao longo dos anos. Não é possível mensurar exatamente quando cada etapa irá ocorrer, mas quem busca conhecimento e se aprofunda no assunto pode detectar quando cada etapa está no seu início para maximizar os seus ganhos ou minimizar as suas perdas.


Fase de Expansão


A fase de expansão é identifica com o contínuo crescimento da demanda, criando a necessidade da construção de mais espaços. É possível verificar que a demanda está superior à oferta, fazendo com que o preço também se torne mais elevado.

A taxa de vacância está cada vez menor, os imóveis são vendidos a preços maiores e os aluguéis também estão cada vez maiores.

O rápido crescimento de novas construções faz com que os imóveis disponíveis superem a demanda, levando à fase de sobreoferta. 


Fase de Sobreoferta


A sobreoferta é identificado pelo grande número de imóveis disponíveis a venda, não acompanhando o ritmo natural das vendas.

Consequentemente, o valor dos aluguéis diminui e as construções não são mais tão atrativas porque é mais interessante investir em um imóvel pronto. 


Fase de Recessão


Na fase de recessão, a oferta é bem superior à demanda, fazendo com que muitas incorporações sejam interrompidas ou sequer sejam iniciadas. Isso se dá porque há muitos imóveis em oferta no mercado, sejam eles recém-concluídos ou não. Isso abre diversas oportunidades para comprar imóveis a preços mais baratos dos que foram vendidos anteriormente.

Essa é a fase mais longa do ciclo, especialmente porque o conservadorismo do mercado faz com que a demanda cresça de uma forma mais lenta se comparada com o crescimento da oferta na fase de expansão.

Outros fatores que podem interferir no encerramento da fase de recessão é a situação econômica do país, especialmente se considerarmos que os investimentos em imóveis são dependentes do crédito disponível para investidores à uma taxa de juros que não seja tão onerosa. 


Fase de Recuperação


Na fase de recuperação é quando o mercado está com muita oferta de imóveis, em razão das novas construções e da baixa demanda do mercado. Nesta etapa, a taxa de vacância atingiu o seu ápice e o excesso de espaço livre começa a ser absorvido. Fazendo com que gradativamente o mercado vá recuperando a sua força.

Outros posts

  1. Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Se você está mudando de cidade para estudar ou trabalhar, sabe que sempre surge aquela dúvida profunda do que considerar ao escolher um apartamento para morar. Se você já conhece a cidade ou já foi vi...

  2. Aluguel: condições legais e aumento do valor

    Aluguel: condições legais e aumento do valor

    O conceito legítimo de aluguel é uma contraprestação paga pelo locatário ao locador em virtude da utilização do imóvel por determinado período de tempo, complicado, né? Por isso viemos explicar alguma...

  3. Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Realizar uma mudança de residência não precisa ser algo cansativo e estressante. Muito pelo contrário, mudanças significam um num novo momento, seja pra quem for morar sozinho ou acompanhado. Mas acim...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.