Custos extras de aluguel: quais e por quê?
Voltar para o blog

Custos extras de aluguel: quais e por quê?

 

Morar de aluguel demanda, antes de tudo, organização, não é mesmo? 
Sabemos o quão complicado é definir prioridades das contas quando se paga aluguel. Ainda mais se, além do valor fixo da locação, também há outras taxas que quando somadas podem resultar em números maiores do que o esperado. 

Então, vamos prestar atenção em todos os gastos extras e quais são eles para não ter erro na hora de fechar o orçamento do mês?

 

  • O principal é ele: o condomínio. Muitas vezes chegando perto do valor do aluguel, o valor do condomínio é de responsabilidade do locatário, já que diz respeito à taxas necessárias de funcionamento e conservação. Ele varia de acordo com o tipo de condomínio, estrutura e tamanho.
  • O Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) é, em geral, responsabilidade do proprietário do imóvel, mas ele pode ser dado como obrigação do inquilino, mediante contrato, logo, você deve estar atendo ao valor e data de vencimento. O seguro contra incêndios é a mesma coisa, pode ser responsabilidade do locatário caso o proprietário defina em contrato.
  • Despesas como água, esgoto, luz, telefone, internet e gás também são sua responsabilidade, inquilino! Quando o contrato de aluguel é feito, a responsabilidade e a contratação desses serviços é realizada em nome do locatário. Algumas dessas despesas podem ser incluídas já no valor total do aluguel, também mediante contrato com o proprietário.
  • Entrega de imóvel: muitas vezes razão da dor de cabeça dos inquilinos são os custos para devolver o imóvel alugado. Já que, ao encerrar o tempo de locação, você deve entregar o apartamento ou casa nas mesmas condições da vistoria inicial no fechamento de contrato para morar. Esse custo abrange pintura e pequenos reparos, além de consertos se algo da estrutura do imóvel foi danificado.

Outras taxas e pagamentos são obrigatoriedade do proprietário do imóvel, mas podem ser negociadas perante contrato com o inquilino, em qualquer dúvida, conte com uma imobiliária para ter todo o respaldo necessário e estar seguro na hora de alugar.

Outros posts

  1. Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Alugue com tranquilidade: 5 dicas para você escolher o apartamento ideal

    Se você está mudando de cidade para estudar ou trabalhar, sabe que sempre surge aquela dúvida profunda do que considerar ao escolher um apartamento para morar. Se você já conhece a cidade ou já foi vi...

  2. Aluguel: condições legais e aumento do valor

    Aluguel: condições legais e aumento do valor

    O conceito legítimo de aluguel é uma contraprestação paga pelo locatário ao locador em virtude da utilização do imóvel por determinado período de tempo, complicado, né? Por isso viemos explicar alguma...

  3. Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Como fazer sua mudança sem dor de cabeça

    Realizar uma mudança de residência não precisa ser algo cansativo e estressante. Muito pelo contrário, mudanças significam um num novo momento, seja pra quem for morar sozinho ou acompanhado. Mas acim...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia.